Tesla Roadster de Elon Musk

Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção se refere ou tem relação com uma missão espacial atualmente em curso.
A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (Editado pela última vez em 22 de fevereiro de 2018.)
CELstart-rocket.png
Tesla Roadster de Elon Musk
Elon Musk's Tesla Roadster (40110297852).jpg
Tesla Roadster com a Terra ao fundo.
Descrição
Nomes alternativosSpaceX Roadster[1]
Starman[1]
TipoMassa inerte
Dispositivo de transmissão
MissãoCarga útil de teste
Operador(es)Estados Unidos SpaceX
Identificação SATCAT43205
Propriedades
FabricanteEstados Unidos Tesla Motors
Massa
  • ~1,300 kg (2,900 lb);
  • ~6,000 kg (13,000 lb) incluindo o estágio superior do foguete[2]
Geração de energiaBaterias
Duração das baterias4 horas
Missão
Contratante(s)Estados Unidos SpaceX
Data de lançamento6 de fevereiro de 2018, 20:45 UTC
Veículo de lançamentoEstados Unidos Falcon Heavy
Local de lançamentoEstados Unidos Kennedy LC-39A
Especificações orbitais
Referência orbitalHeliocêntrica
Regime orbitalÓrbita solar
Excentricidade orbital0.25575[3]
Periastro0.98614 ua[3]
Apoastro1.6639 ua[3]
Inclinação orbital1.078°[3]
Período orbital1.525 anos[3]


O Tesla Roadster do Elon Musk é um carro esporte elétrico que serviu como carga de teste para o voo de teste do Falcon Heavy no dia 6 de Fevereiro de 2018. Um manequim apelidade de Starman "dirige" o carro vestindo uma roupa espacial. o Tesla Roadster de 2008 e o foguete Falcon Heavy são ambos produtos das empresas Tesla Motors e SpaceX do Elon Musk. Esse carro era anteriormente usado para Musk ir trabalhar, e se tornou o primeiro carro de consumidor enviado ao espaço.

Junto com o segundo estágio do foguete, o qual ainda está preso, o carro se junta na lista de objetos em órbita heliocêntrica. O impulso do segundo estágio deu uma combinação de velocidade o suficiente para escapar da gravidade da Terra e entrar numa órbita elíptica ao redor do Sol que cruza a órbita de Marte. A órbita alcança a distância máxima do Sol em seu afélio de 1.66 unidades astronômicas (ua).[3][4] Durante a porção inicial da viagem, a combinação fez uma transmissão ao vivo de volta para a Terra por quase quatro horas.[5]

A escolha de enviar esse carro como uma carga de teste foi variadamente interpretada como um marketing para a Tesla, um objeto artístico, ou uma contribuição com o lixo espacial.

Passado

Roadster do Elon Musk na Terra.

Em Março de 2017 Musk falou que o lançamento do novo Falcon Heavy era arriscado, então ia carregar a "coisa mais boba que podemos imaginar".[6] Em 1/12/2017 ele disse que a carga ia ser seu Roadster pessoal,[7][8] subsequentemente foi confirmado que não era uma piada.[9] Em 22 de dezembro, Musk publicou fotos do carro antes da encapsulação da carga.

Tradicionalmente, concreto ou blocos de aço são usados como balastro em voos de teste arriscados. A SpaceX queria demonstrar que seu novo foguete poderia carregar uma carga até além da órbita de Marte. Foi relatado que ofereceram à NASA a possibilidade de enviar equipamento científico, mas esses planos não se tornaram realidade.[10]

Esse Roadster se tornou o primeiro carro de consumo a ser enviado ao espaço.[11] Três rovers tripulados foram enviados ao espaço nas Apollo 15, 16 e 17 nos anos 70 e esses veículos foram deixados na Lua.[12]