Teoria do equilíbrio geral

Excedente dos consumidores e os produtores no ponto de equilíbrio para as curvas de oferta e demanda.

A teoria do equilíbrio geral visa explicar o comportamento da oferta, da demanda e dos preços em uma economia constituída de vários mercados interagentes, buscando provar que a interação entre demanda e oferta resultará no equilíbrio geral. A teoria do equilíbrio geral contrasta com a teoria do equilíbrio parcial, que analisa mercados isolados.

A teoria do equilíbrio geral tanto estuda as economias usando o modelo de determinação de preços de equilíbrio como procura determinar em quais circunstâncias os pressupostos do equilíbrio geral são válidos. A teoria data dos anos 1870, quando o economista francês Léon Walras publica seu trabalho pioneiro, Éléments d'économie politique pure ou Théorie de la richesse sociale (1874).[1]

Generalidades

A teoria do equilíbrio geral é um ramo da teoria microeconômica. Trata de dar uma explicação global do comportamento da produção, do consumo e da formação de preços em uma economia com vários mercados.

O equilíbrio geral tenta dar uma explicação do particular ao geral (bottom-up), começando com os mercados e agentes individuais, enquanto que a macroeconomia, segundo o expressado pelos economistas keynesianos, emprega uma visão do geral ao particular (top-down), onde a análise começa pelos componentes mais destacados. Posto que a macroeconomia acentuou fundamentos microeconômicos, esta distinção foi-se diluindo. Contudo, muitos modelos macroeconômicos têm um 'mercado de bens' e estudam, por exemplo, sua interação com o mercado financeiro. Os modelos gerais do equilíbrio costumam incluir diversos mercados de bens. Os modelos gerais modernos do equilíbrio são complexos e requerem computadores para ajudar a encontrar soluções numéricas.

Em um sistema de mercado, os preços e a produção de todos os bens, incluindo o preço do dinheiro e o interesse, estão relacionados. Uma mudança no preço de um bem, por exemplo o pão, pode afetar outro preço (por exemplo, os salários dos padeiros). Se o gosto do pão depende de quem seja o padeiro, a demanda do pão pode se ver afetada por uma mudança nos salários dos padeiros e, por conseguinte, no preço do pão. Na teoria, calcular o preço do equilíbrio de um só bem requer uma análise que considere todos os milhões de diversos bens que estão disponíveis.