Suíça

Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Suécia.
Schweizerische Eidgenossenschaft (alemão)
Confédération suisse (francês)
Confederazione Svizzera (italiano)
Confederaziun svizra (romanche)
Confœderatio Helvetica (CH) (latim)

Confederação Suíça
Bandeira da Suíça
Brasão da Suíça
BandeiraBrasão de armas
Lema: Unus pro omnibus, omnes pro uno
(Latim: "Um por todos, todos por um")
Hino nacional: Salmo suíço
Gentílico: suíço; suíça

Localização Suíça

Localização da Suíça (em vermelho)
No continente europeu (em branco)
CapitalNenhuma (de jure)
Wappen Bern matt.svg Berna (de facto)
46°57′N 7°27′E
Cidade mais populosaWappen Stadt Zürich.svg Zurique
Língua oficialAlemão, francês, italiano e romanche[1]
GovernoRepública federal
 - Conselho Federal[2]Alain Berset (Presidente)
Ueli Maurer (Vice)
Doris Leuthard
Simonetta Sommaruga
Johann Schneider-Ammann
Guy Parmelin
Ignazio Cassis
 - Chanceler FederalWalter Thurnherr
Independência 
 - Data de fundação1 de agosto de 1291 
 - de-facto22 de setembro de 1499 
 - Reconhecida24 de outubro de 1648 
 - Restaurada7 de agosto de 1815 
 - Estado Federal12 de setembro de 1848 
Área 
 - Total41 285[3] km² (144.º)
 - Água (%)4,2%
 FronteiraAlemanha, Áustria, Liechtenstein, Itália e França
População 
 - Estimativa para 20188 508 898[4] hab. (100.º)
 - Censo 20158 327 126 hab. 
 - Densidade186 hab./km² (68.º)
PIB (base PPC)Estimativa de 2017
 - TotalUS$ 516 bilhões*[5] (39.º)
 - Per capitaUS$ 61 360[5] (9.º)
PIB (nominal)Estimativa de 2017
 - TotalUS$ 680 bilhões*[5] (19.º)
 - Per capitaUS$ 80 837[5] (2.º)
IDH (2017)0,944 (2.º) – muito elevado[6]
Gini (2015)29,5[7]
MoedaFranco suíço (CHF)
Fuso horárioCET (UTC+1)
 - Verão (DST)CEST (UTC+2)
ClimaTemperado e alpino
Org. internacionaisOMC, ONU, EFTA, FMI, Conselho da Europa, etc.
Cód. ISOCHE
Cód. Internet.ch
Cód. telef.+41
Website governamental(em www.admin.ch

Mapa Suíça

Suíça (em alemão: [die] Schweiz ˈʃvaɪts; em suíço-alemão: Schwyz ou Schwiiz ˈʃʋit͡s; em francês: Suisse sɥis(ə); em italiano: Svizzera ˈzvittsera; em romanche: Svizra ˈʒviːtsrɐ ou ˈʒviːtsʁːɐ), oficialmente Confederação Suíça (em alemão: Schweizerische Eidgenossenschaft; em francês: Confédération suisse; em italiano: Confederazione Svizzera; em romanche: Confederaziun svizra), é uma república federal composta por 26 estados, chamados de cantões, com a cidade de Berna como a sede das autoridades federais. O país está situado na Europa Central, onde faz fronteira com a Alemanha a Norte, com a França a Oeste, com Itália a Sul e com a Áustria e o principado de Liechtenstein a Leste.

A Suíça é um país sem costa marítima cujo território é dividido geograficamente entre o Jura, o Planalto Suíço e os Alpes, somando uma área de 41 285 km². A população suíça é de aproximadamente 7,8 milhões de habitantes e concentra-se principalmente no planalto, onde estão localizadas as maiores cidades do país. Entre elas estão as duas cidades globais e centros económicos de Zurique e Genebra. A Suíça é um dos países mais ricos do mundo relativamente ao PIB per capita calculado em 75 835 de dólares americanos em 2011.[5] Zurique e Genebra foram classificadas como as cidades com melhor qualidade de vida no mundo, estando em segundo e terceiro lugar respectivamente[8] e a Suíça como o melhor país para nascer em 2013.[9]

A Confederação Suíça tem uma longa história de neutralidade, não estando em estado de guerra internacionalmente desde 1815. O país é sede de muitas organizações internacionais como o Fórum Económico Mundial, a Cruz Vermelha, a Organização Mundial do Comércio, a União Postal Universal, a Organização Internacional para Padronização e do segundo maior Escritório das Nações Unidas. Em nível europeu, foi um dos fundadores da Associação Europeia de Comércio Livre e é parte integrante do Acordo de Schengen. Em termos desportivos, o COI, a FIFA, a UEFA, a FIBA e a FIVB possuem as suas sedes localizadas no território suíço.

A Suíça é constituída por quatro principais regiões linguísticas e culturais: alemão, francês, italiano e romanche. Por conseguinte, os suíços não formam uma nação no sentido de uma identidade comum étnica ou linguística. O forte sentimento de pertencer ao país é fundado sobre o histórico comum, valores compartilhados (federalismo, democracia directa e neutralidade)[10] e pelo simbolismo Alpino.[11] A criação da Confederação Suíça é tradicionalmente datada em 1 de agosto de 1291.

Etimologia

Confœderatio Helvetica (CH) é a designação oficial em latim do país. O termo Helvética vem da palavra latina Helvetier que por sua vez provém do nome da antiga tribo celta dos Helvécios. A Revolução Suíça de 1798 foi a primeira contra a supremacia dos fundadores da Antiga Confederação Suíça: Uri, Schwyz, Unterwalden e as cidades de Lucerna, Zurique e Berna. As diferentes línguas faladas obrigaram a criar um nome único em latim, língua maioritariamente falada na Europa naquela época.[12] Nos tempos atuais, o termo Helvetia não é utilizado para caracterizar oficialmente a Suíça. Contudo, este nome pode ser encontrado em selos e moedas suíços. "C.H." (Confœderatio Helvetica) são as iniciais encontradas nos autocolantes para os carros e no domínio da Internet (.ch) desde 1995.[12]

O nome Confederação Suíça tornou-se conhecido apenas durante o século XVIII, quando não era nem oficial nem único, dado que designações como Corpo helvético, Magna Liga, Ligas e Helvetia eram também usadas para denominar a Suíça.[13] Também não se encontra Confederação Suíça na Acta de Mediação de 1803, apesar de Napoleão Bonaparte ser considerado como o Mediador da Confederação Suíça. A primeira ocorrência legal do nome está escrita no artigo 15.º do pacto federal de 1815 em que se transcreve os XXII Cantões se constituem em Confederação Suíça, nome que fora modificado desde então.

Actualmente, e segundo a carta das denominações de países da Suíça, o país é nomeado oficialmente como Confederação Suíça e explicita que deve ser evitado o uso de todas as palavras com prefixo helveto-.[13] Esta designação é utilizada pela primeira vez em alemão num documento datando da guerra dos Trinta Anos (1618-1648).[13] Porém, em latim a tradução continua sendo Confœderatio Helvetica.[14]