Século XX

Milénios: primeiro milénio d.C. - segundo milénio d.C. - terceiro milênio d.C.
Séculos: Século XIX - Século XX - Século XXI

O Século XX iniciou em 1° de janeiro de 1901 e terminou em 31 de dezembro de 2000. Foi um período que se notabilizou pelos inúmeros avanços tecnológicos, conquistas da civilização e reviravoltas em relação ao poder. No entanto, esses anos podem ser descritos como a "época dos grandes massacres", já que nunca se matou tanto como nos conflitos ocorridos no período. Em muitos países da Europa e da Ásia, o século XX também foi largamente apelidado de "Século Sangrento".[carece de fontes?] Os cientistas europeus Giovanni Arrighi e Eric Hobsbawm escreveram sobre o período, o qual também intitularam seus livros, mas de perspectivas distintas: O longo século XX e Era dos Extremos: o breve século XX, 1914-1991, respectivamente.[1] Também é associado ao Século Americano.[carece de fontes?]

O século XX foi marcado por um período de mudanças. Com invenções como a lâmpada, o automóvel e o telefone no final do século anterior, a qualidade de vida aumentou para muitos, ao passo que esse progresso não só prosseguiu no Século XX, assim como foi essencial para grandes mudanças no cenário político global. Os Estados Unidos tiveram grandes ganhos econômicos e políticos; por volta de [1] A África, América Central, América do Sul e Ásia também gradualmente rumaram a uma maior autonomia. Com a criação de novos estados independentes em ex-possessões europeias, o balanço de poder ao longo do século XX começou a se deslocar para fora da Europa.

Na Europa, mudanças começaram também. O Império Britânico alcançou o ápice de seu poder. Império alemão e Reino de Itália, que passaram a existir como nações unificadas no final do século XIX, trataram de crescer em poder, economia e influência. Com o nacionalismo à toda a força nesse momento, as potências europeias competiram entre si por terras, força militar e poderio econômico. A Ásia e a África, para a maioria, ainda estava sob controle de seus conquistadores europeus como consequência do neocolonialismo. Exceções existiram, contudo, como na China e no Japão. Além disso, Império do Japão e o Império Russo estavam em guerra entre si em 1905. A Guerra Russo-Japonesa foi uma das primeiras instâncias de uma potência europeia caindo perante uma assim chamada "nação inferior". A própria guerra reforçou o militarismo japonês e desenvolveu o crescimento de status do Japão por poder no cenário internacional. A Rússia czarista, por outro lado, não lidou bem com a derrota. A guerra expôs a fraqueza militar do país e o crescente retrocesso econômico. Os Estados Unidos foram um elemento de crescente influência na política mundial durante o século XIX. Tornaram sua presença conhecida no cenário mundial desafiando a os espanhóis na Guerra Hispano-Americana, ganhando colônias de Cuba e das Filipinas como protetorados.

Agora, com crescimento na imigração e uma resolução de uma questão de unidade nacional através da sangrenta Guerra Civil Americana, os Estados Unidos estavam surgindo também como uma usina de força industrial, rivalizando com a Grã-Bretanha, Alemanha e França. Com tal crescimento de poder na Ásia, e especialmente na América do Norte, e com crescente rivalidade entre as potências europeias, o cenário estava preparado para que a política mundial sofreria uma grande reviravolta.

Importantes desenvolvimentos, eventos e conquistas

  1. Agricultura - O desenvolvimento do fertilizante de nitrogênio, pesticidas e herbicidas resultando em um aproveitamento na agricultura significativamente maior.
  2. Automóveis - A linha de montagem e a produção em massa de veículos motorizados e outros bens permitiram aos fabricantes produzir mais produtos por custo muito menor. Isso permitiu ao automóvel tornar-se o meio de transporte mais importante.
  3. Aviação - A invenção de máquinas voadoras mais pesadas que o ar e o motor a jato permitiram ao mundo ficar "menor".
  4. Computação - Eletrônica aplicada, notavelmente em sua forma miniaturizada como circuitos integrados, tornou possível o crescimento mencionado acima da mídia de massa, telecomunicações, computação pessoal e todas os tipos de utensílios "inteligentes"; assim como muitos avanços nas ciências naturais como a física, pelo uso do poder de cálculo em crescimento exponencial (ver supercomputador).
  5. Energia - Avanços em física fundamental através da teoria da relatividade e mecânica quântica levou ao desenvolvimento de armas nucleares (conhecidas informalmente como "a Bomba" e jogada na cidade industrial de Hiroshima e na histórica de Nagasaki), o reator nuclear, e o laser. Energia através da fusão nuclear foi estudada extensivamente mas permaneceu como um experimento tecnológico ao final do século.
  6. Eletrodomésticos - Invenções como as máquinas de lavar e o ar condicionado levaram a um crescimento tanto em quantidade quanto em qualidade de diversão para a classe média nas sociedades ocidentais.
  7. Espaço - O voo espacial aumentou o conhecimento sobre o resto do universo e permitiu comunicações globais em tempo real via satélites geoestacionários.
  8. Informação - Disponibilidade em massa do telefone e mais tarde, do computador, especialmente através da Internet, fornece às pessoas novas oportunidades de comunicação quase instantânea.
  9. Saúde - Invenções de grande influência no século XX: antibiótico, contraceptivo oral, novos plásticos, transístor, Internet.
  10. Telecomunicações - Tecnologias de mídia de massa como o filme, rádio e a televisão permitem a comunicação de mensagens políticas e entretenimento com impacto sem precedentes.