Política econômica

Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde agosto de 2016). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Detalhe de Governo, mural de Elihu Vedder no Lobby para a Sala Principal de Leitura da Biblioteca do Congresso Thomas Jefferson, em Washington, DC. A figura principal está sentada em cima de um pedestal onde se lê "governo", segurando uma tabuleta.

A política econômica consiste no conjunto de ações governamentais que são planejadas para atingir determinadas finalidades relacionadas com a situação econômica de um país, uma região ou um conjunto de países. Estas ações são executadas pelos agentes de política econômica, a saber: nacionalmente, o Governo, o Banco Central e o Parlamento e internacionalmente por órgãos como, por exemplo, o Fundo Monetário Internacional, o Banco Mundial e os Exim Banks.[1] Cada vez mais, há uma interação com entidades multinacionais, pelo fato de a economia da maioria dos países encontrar-se globalizada.

Classificação

Na aplicação das medidas explícitas, empreendidas pelo governo, a política econômica pode ser:

  • Política Alocativa: Versa sobre a alocação dos recursos, de forma a atingir as metas estipuladas;
  • Política Distributiva: refere-se às políticas de distribuição de renda, e suas peculiaridades;
  • Política Estabilizadora: São políticas voltadas para estabilização da economia.