Oomycetes
English: Oomycete

  • como ler uma infocaixa de taxonomiaoomycetes
    colônia de achlya em um riacho
    colônia de achlya em um riacho
    classificação científica
    domínio: eukaryota
    reino: chromalveolata
    filo: heterokontophyta
    classe: oomycetes
    ordens
    lagenidiales

    leptomitales
    peronosporales
    rhipidiales
    saprolegniales
    sclerosporales

    oomycetes ou oomycota é uma classe de organismos filamentosos, unicelulares, que se assemelham morfologicamente a fungos. são organismos absortivos, filamentosos e microscópicos que se reproduzem tanto sexual quanto assexuadamente. a reprodução sexual de um oósporo é o resultado do contato entre as hifas de um anterídio masculino e oogônia feminina; o esporo pode invernar e é conhecido como esporo em repouso. a reprodução assexuada é a formação de zoósporos produtores de clamidósporos e esporângios.[1] ocupam os estilos de vida saprófito e patogênico, e incluem alguns dos patógenos mais notórios das plantas, causando doenças devastadoras, como a requeima da batata e a morte súbita do carvalho. o microparasita pythium oligandrum é usado para biocontrole, atacando fungos patogênicos de plantas.[2] eles são também comumente referidos como moldes de água, embora a natureza que prefere a água que levou a esse nome não é verdadeira para a maioria das espécies, que são patógenos terrestres. têm um registro fóssil muito escasso, mas há um possível oomiceta descrito a partir de um âmbar cretáceo.[3]

    referências

  • bibliografia

Como ler uma infocaixa de taxonomiaOomycetes
Colônia de Achlya em um riacho
Colônia de Achlya em um riacho
Classificação científica
Domínio: Eukaryota
Reino: Chromalveolata
Filo: Heterokontophyta
Classe: Oomycetes
Ordens
Lagenidiales

Leptomitales
Peronosporales
Rhipidiales
Saprolegniales
Sclerosporales

Oomycetes ou Oomycota é uma classe de organismos filamentosos, unicelulares, que se assemelham morfologicamente a fungos. São organismos absortivos, filamentosos e microscópicos que se reproduzem tanto sexual quanto assexuadamente. A reprodução sexual de um oósporo é o resultado do contato entre as hifas de um anterídio masculino e oogônia feminina; o esporo pode invernar e é conhecido como esporo em repouso. A reprodução assexuada é a formação de zoósporos produtores de clamidósporos e esporângios.[1] Ocupam os estilos de vida saprófito e patogênico, e incluem alguns dos patógenos mais notórios das plantas, causando doenças devastadoras, como a requeima da batata e a morte súbita do carvalho. O microparasita Pythium oligandrum é usado para biocontrole, atacando fungos patogênicos de plantas.[2] Eles são também comumente referidos como moldes de água, embora a natureza que prefere a água que levou a esse nome não é verdadeira para a maioria das espécies, que são patógenos terrestres. Têm um registro fóssil muito escasso, mas há um possível oomiceta descrito a partir de um âmbar cretáceo.[3]

Referências