Mar Negro
English: Black Sea

O mar Negro visto por satélite, com a península da Crimeia e o mar de Azov ao norte (imagem NASA).

O mar Negro (originalmente chamado de Ponto Euxino) é um mar interior situado entre a Europa, a Anatólia e o Cáucaso, ligado ao oceano Atlântico através dos mares Mediterrâneo e Egeu e por diversos estreitos. O Bósforo o liga ao mar de Mármara, e o estreito de Dardanelos o conecta à região do Egeu. Estas águas separam o Leste da Europa da Ásia ocidental. O mar Negro também liga o mar de Azov ao estreito de Kerch.

O mar Negro tem uma área de 436 400 quilômetros quadrados,[1] uma profundidade máxima de 2 206 metros,[2] e um volume de 547 000 quilômetros cúbicos.[3] Forma-se numa depressão elíptica de orientação leste-oeste, situada entre a Bulgária, a Geórgia, a Romênia, a Turquia e a Ucrânia,[4] e é limitado pelos montes Pônticos, ao sul, e pelo Cáucaso a leste. Sua maior extensão leste-oeste é de cerca de 1 175 km.

A origem do Mar Negro é tema de debates entre diversos especialistas. Há indícios de que já experimentou recuos e avanços ao longo das épocas geológicas, particularmente em épocas mais recentes durante a Era do gelo. Há uma teoria sobre um Dilúvio do Mar Negro, que pode ser a origem das lendas sobre um dilúvio divino e a dispersão dos Indo-europeus da região.[carece de fontes?]

O mar Negro apresenta um balanço hídrico positivo, que resulta num fluxo de 300 km³ de água por ano através dos estreitos do Bósforo e de Dardanelos para o mar Egeu, parte do Mediterrâneo. As águas mediterrâneas fluem para dentro do mar Negro como parte de um deslocamento hídrico de duas mãos; a água do mar Negro é mais fria e menos salgada e portanto flutua sobre as águas mais quentes e salgadas que vêm do Mediterrâneo. O mar Negro também recebe água doce dos diversos sistemas fluviais da Eurásia situados ao seu norte, dos quais o Don, o Dnieper e o Danúbio são os mais significantes.[carece de fontes?]

O nome "mar negro" se dá devido à presença de grande quantidade de sais minerais que dão uma coloração escura. Foi conhecido pelos gregos como Ponto Euxino, e pelos turcos e turcomanos como Karadeniz.[carece de fontes?]

Cidades importantes

Entre as cidades importantes situadas em sua costa estão, em ordem alfabética, com suas respectivas populações entre parênteses:

Sochi, vista do mar Negro
Odessa - A escadaria de Potemkin (construída em 1837–1841), famosa pelo filme O encouraçado Potemkin (1925), de Sergei Eisenstein