Ludwig von Mises

Ludwig von Mises
Nome completoLudwig Heinrich Edler von Mises
Nascimento29 de setembro de 1881
Lviv, Áustria-Hungria
Morte10 de outubro de 1973 (92 anos)
Nova Iorque, NY, Estados Unidos
Ocupaçãoeconomista e filósofo
Influências
Influenciados
Magnum opusAção Humana
Escola/tradiçãoEscola Austríaca
Principais interesseseconomia, política econômica, epistemologia, racionalismo, liberalismo clássico, libertarianismo
Ideias notáveispraxeologia, problema do cálculo econômico, dualismo metodológico

Ludwig Heinrich Edler von Mises (Lviv, 29 de Setembro de 1881Nova Iorque, 10 de Outubro de 1973) foi economista teórico de nacionalidade austríaca e, posteriormente, americana, que foi membro da Escola Austríaca de pensamento econômico. É conhecido principalmente por seu trabalho no campo da praxeologia, o estudo dedutivo das ações e escolhas humanas.

Defensor da liberdade econômica como suporte básico da liberdade individual, em seu livro Ação Humana, Mises expõe as posições epistemológicas e metodológicas que caracterizam a Escola Austríaca: concepção subjetiva de valor, individualismo metodológico e praxeologia.[1] Além disso, dedicou-se à crítica do Socialismo enquanto sistema econômico, por considera-lo inviável em razão de não apresentar mecanismos de fixação de preço pelo mercado (problema do cálculo econômico).

Embora seu trabalho tenha sido amplamente ignorado até meados do século XX,[2][3][4] sua obra tem experimentado um certo aumento de popularidade, embora mesmo pensadores ligados ao liberalismo clássico o acusem de ser "um filho do Iluminismo nascido por engano no século XX".[3][4]

É autor de diversos livros sobre economia, dentre os quais o já citado Ação Humana (1949) e A Mentalidade Anticapitalista (1956).

Biografia

Ludwig von Mises nasceu em Lemberg, no Império Austro-Húngaro (hoje Lviv na Ucrânia), filho de pais judeus. O seu pai trabalhava como engenheiro na cidade, e como descendentes de famílias de grande fortuna (seu bisavô paterno inclusive havia recebido de Francisco José I o título de edler) o jovem Ludwig e seu irmão Richard, que deixou contribuições na área de engenharia mecânica, tiveram uma infância confortável e que lhes proporcionou uma esmerada educação. Assim, aos doze anos, Ludwig falava fluentemente alemão, polonês e francês, lia em latim, e entendia o ucraniano.[5]

Quando Ludwig e Richard ainda eram pequenos, sua família voltou para Viena, onde tinha raízes. Em 1900, Mises frequentou a Universidade de Viena, sendo influenciado pelos trabalhos de Carl Menger. Entre 1904 e 1914 Mises assistiu às aulas do economista austríaco Eugen von Boehm-Bawerk, tendo concluído seu doutorado em 1906.

Brasão do bisavô de Ludwig von Mises, Mayer Rachmiel Mises, que em 1881 recebeu do Imperador Francisco José I da Áustria o título de edler

Mises lecionou na Universidade de Viena de 1913 a 1934, e também atuou como conselheiro econômico do monarquista Otto von Habsburg e do governo austrofascista de Engelbert Dollfuss.[6] Como judeu, Mises temia pela sua integridade física diante do avanço Nazi na Europa, tendo o assassinato de Dollfuss pelos Nazis convencido a fugir do país em 1934, em direção a Genebra na Suíça, onde passou a lecionar no Instituto Universitário de Altos Estudos Internacionais até 1940.[2]

Em 1940, ele imigrou para Nova Iorque,[7] vindo aos Estados Unidos sob o patrocínio da Fundação Rockefeller e, como muitos outros intelectuais representantes do liberalismo clássico, recebeu apoio do Fundo William Volker para obter uma posição nas universidades norte-americanas,[8] finalmente tornando-se professor visitante na New York University de 1945 até sua aposentadoria em 1969,[9] sendo então financiado pelo empresário Lawrence Fertig.[10][11] Durante parte desse período atuou como consultor acerca de assuntos monetários para a União Pan-europeia[12] e recebeu um doutorado honorário do Grove City College.

Ludwig Heinrich von Mises faleceu no dia 10 de outubro de 1973, aos 92 anos de idade, no hospital St. Vincent em Nova Iorque.