Letra dominical

Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou se(c)ção:

Letra dominical é uma letra do alfabeto que indica qual o dia ou os dias em que ocorre um Domingo ao longo de qualquer ano do Calendário juliano ou gregoriano, desde o primeiro ao último dia desse ano, e que aparece colocada ao lado de cada um dos dias do ano de um calendário eclesiástico universal.[nt 1]

Letra dominical tem a sua grafia influenciada da raiz latina da palavra — "dies dominicus" ou "dominica" (com c) — dia do senhor, o domingo —, mas, como na língua portuguesa o dia correspondente se diz e escreve — "domingo" (com g) —, também se pode dizer e escrever letra domingal ou letra domingual, como vemos nas instruções do calendário inicial do Livro de Horas chamado de Dom Manuel[1] ou no chamado Códice de Bastião Lopes.[2]

  • o ano de 1582 em portugal teve início a uma segunda-feira e terminou a uma sexta-feira

O ano de 1582 em Portugal teve início a uma segunda-feira e terminou a uma sexta-feira

  • O ano de 1582 foi o ano em que entrou em vigor a Reforma Gregoriana do Calendário em Portugal, em Espanha e outros reinos.
  • Uma das consequências para esse ano de transição foi ter apenas 355 dias.
  • A ordem dos dias da semana não foi alterada mas a letra dominical G inicial (o ano teve início a uma segunda-feira) foi substituída pela letra dominical C a partir de 15 de outubro e o ano terminou numa sexta-feira.

Notas

  1. Para uma definição muito geral consultar em HOUAISS, Antônio. VILLAR, Mauro de Sales. Dicionário Houaiss da língua portuguesa. Lisboa: Círculo de Leitores, 2003, ISBN 972-42-2806-6 (Obra completa), entrada 'letra', ou qualquer outro bom dicionário da língua portuguesa.
  2. Ver 6 — "Como se constrói um calendário de um ano com as letras dominicais" e Tabela das Letras dominicais dos dias do ano
  3. Se fosse múltiplo de 7, como o número 364, os anos teriam sempre a mesma letra dominical e calendário anual teria sempre os domingos, segundas-feiras, ... nos mesmo dias.
  4. Em resultado do dia acrescentado nos anos bissextos, estes anos têm sempre 2 Letras dominicais.
  5. Utilizaram-se também outras formas de cálculo dos dias da semana e das datas futuras ou passadas como o Número regular, o número da Epacta, e o Número concorrente. http://www.dwc.knaw.nl/DL/publications/PU00010223.pdf</ref>
  6. A última tabela do Almanach Perpetuum, do astrónomo judeu Abraão Zacuto, publicado em Leiria em 1496, apresentada depois do calendário anual, é precisamente a 'Tabela das festas móveis'.
  7. O ano de 1288 na Era de César corresponde ao ano 1250 da Era de Cristo.[6]
  8. A ordem das Letra dominicais recua 1 letra por cada ano comum, 2 letras em cada ano bissexto, ou, de outra forma, é contínua da direita para a esquerda, ficando duas letras nos anos bissextos.
  9. O intervalo possível do primeiro domingo do ano vai de 1 a 7 de janeiro. A sua sequência recua 1 dia depois de cada ano comum e dois dias depois de cada ano bissexto.
  10. Só a partir do dia 15 de outubro, primeiro dia do novo calendário gregoriano que introduziu algumas reformas no calendário juliano, em vigor até ao dia anterior, 4 de outubro.
  11. Só até ao dia 4 de outubro, último dia do calendário juliano antes da reforma do calendário gregoriano que entrou em vigor no dias seguinte, 15 de outubro de 1582, com alteração da letra dominical para C.

Referências

  1. [1]
  2. Códice Bastião Lopes. Lisboa: Imprensa nacional — Casa da Moeda, 1987.
  3. Wenceslao Segura González. «Nuestro Calendario. Una explicación científica, simple y completa del calendario lunisolar eclesiástico» (pdf) (em espanhol). p. 47. Consultado em 6 de agosto de 2014. 
  4. Documento do Cartório de São Bento d'Ave Maria do Porto, citado por João Pedro Ribeiro no Tomo II das Dissertações chronologicas e criticas sobre a historia (...), editado em 1811, online na BNP http://purl.pt/12115
  5. http://www.arquivo-tvedras.pt/ficheiros/historia-torres-vedras-pdfs/12%20A%20Fundacao%20do%20Concelho%20de%20Torres%20Vedras.pdf
  6. http://www.arquivo-tvedras.pt/ficheiros/foral_medieval_1.pdf
  7. Inter Gravissimas, bula do Papa Gregório XIII, 24 de Fevereiro de 1582 (em latim)
  8. [2]
  9. [3]
  10. «Romani calendarii a Gregorio XIII P.M. restituti [...]». Roma. p. 66-67. Consultado em 13 de março de 2015.