Imperador romano

Imperador romano
Monarquia
Vexilloid of the Roman Empire.svg
Vexilo do Império Romano
Bust of augustus.jpg
Augusto
TítuloImperator, Augusto,
Príncipe, César
Primeiro monarcaAugusto
Formação16 de janeiro de 27 a.C.
Dissolução17 de janeiro de 395
Último monarca

Imperador romano (em latim: Imperator Romanorum) é a denominação que os historiadores usam para se referir aos governantes do Império Romano, o período na Roma Antiga que sucedeu à República Romana. O título de "imperador romano" não definia uma função precisa e legal, senão que é um modo de sintetizar uma complicada reunião de cargos e poderes que foram acrescentados, subtraídos ou mudados no percurso dos séculos. Todos os títulos associados tradicionalmente ao imperador tinham a sua origem na época republicana.

O conceito de "imperador romano" depende em grande medida do ponto de vista dos historiadores, uma vez que para os próprios romanos não havia a associação moderna do conceito monárquico com "império" e "imperador", mantendo o Império Romano as instituições políticas e as tradições da República Romana, incluindo o senado e as assembleias.

O termo imperator

Originariamente, o nome imperator significava um general vitorioso que tivera sido aclamado pelas suas tropas e tendo, portanto, direito ao triunfo, concedido pelo senado e pelo povo.

Depois de Augusto, o título foi incorporado como prenome por todos os imperadores romanos. Ao título de imperator seguia, geralmente, o número de vezes que o imperador tinha sido aclamado pessoalmente ou pelos seus generais.