Henry Cavendish

Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2017). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser acadêmico)
Henry Cavendish
Conhecido(a) porExperiência de Cavendish, descoberta do hidrogênio
Nascimento10 de outubro de 1731
Nice
Morte24 de fevereiro de 1810 (78 anos)
Londres
Nacionalidadebritânico
Alma materUniversidade de Cambridge
OcupaçãoCientista
PrêmiosMedalha Copley (1766)
Principais interessesQuímica, física

Henry Cavendish (Nice, 10 de Outubro de 1731Londres, 24 de Fevereiro de 1810) foi um físico e químico britânico nascido em Nice.

Conhecido por ter descoberto o hidrogênio, que ele chamou de "ar inflamável", e também por ter medido a densidade da Terra (na famosa experiência de Cavendish), além de pesquisas em eletricidade. Cavendish é conhecido também pela precisão de suas medições.

Biografia

Henry Cavendish nasceu em 10 de Outubro de 1731 em Nice, França , então parte do Reino da Sardenha onde sua família morava na época. Sua mãe Lady Anne Grey era filha do Duque de Kent, e seu pai Lord Charles Cavendish era filho do segundo Duque de Devonshire. Sua mãe morreu em 1733, três meses depois do nascimento do segundo filho do casal, Frederick, e pouco antes do segundo aniversário de Henry Cavendish, deixando Lord Charles Cavendish para cuidar de seus dois filhos.

Aos 11 anos, Henry Cavendish era aluno na Dr. Newcome's School, em Hackney, uma escola particular perto de Londres. Em 1749, aos 18 anos, ingressou na Universidade de Cambridge em St Peter's College, agora conhecida como Peterhouse, mas deixou-a quatro anos depois, sem ter se graduado.[1] Cavendish era silencioso e solitário, não formando, fora de sua família, relacionamentos pessoais próximos. Cavendish, especialmente tímido com as mulheres, para evitar encontrar sua empregada, construiu uma escada atrás de sua casa. Saía socialmente apenas para o clube da Royal Society, cujos membros jantavam juntos antes dos encontros semanais. Cavendish raramente perdia estas reuniões e era profundamente respeitado por seus contemporâneos.

De comportamento antissocial e secretivo, Cavendish frequentemente evitou publicar seu trabalho. Não foi antes do final do século XIX, muito depois de sua morte, que James Clerk Maxwell leu os documentos de Cavendish e encontrou coisas pelas quais outros receberam crédito. Exemplos das descobertas ou antecipações de Cavendish são Lei das Proporções Recíprocas, de Richter, Lei de Ohm, Lei das pressões parciais, de Dalton, princípios da condutividade elétrica (incluindo a Lei de Coulomb), e Lei dos Gases, de Charles.

Cavendish morreu em 1810, aos 78 anos, e foi enterrado na Catedral de Derby, ao lado de vários de seus ancestrais.