Fímbria

Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Dezembro de 2008). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser acadêmico)
Esta palavra tem outros significados. Veja Fímbria.

Fímbrias são apêndices filamentos presentes em bactérias. Estes apêndices são menores, mais curtos e mais numerosos que os flagelos.

Tipologia

Há dois tipos de fímbrias. As fímbrias comuns são curtas, finas e rígidas, e têm função de aderência. As fímbrias sexuais são maiores e servem de canais para a transferência unidirecional de DNA entre células bacterianas no processo de conjugação.

As fímbrias só podem ser vistas com o auxílio de um microscópio eletrônico. São encontradas tanto em bactérias móveis como naquelas que não possuem movimento e ,portanto, sem função motora.

Têm-se observado que algumas estirpes bacterianas possuem fímbrias com propriedades adesivas para células animais e vegetais, como também para superfície inertes, como o vidro ou a celulose. Tal capacidade de aderência das fímbrias pode ser importante para a ecologia bacteriana em seu meio natural, pois permite a fixação das bactérias aos tecidos dos quais extraem seus elementos nutritivos.


"As bactérias Gram-negativas montam as fibras da superfície amilóide funcional chamadas curli."[1] Curli são um tipo de fimbria;[2] o outro tipo é chamado de fímbria tipo I.[2] Curli são compostas de proteínas chamadas curlinas.[1] Alguns dos genes envolvidos são CsgA, CsgB, CsgC, CsgD, CsgE, CsgF, and CsgG.[1]