Excedente econômico

Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Setembro de 2009). Por favor, referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser acadêmico)
Gráfico comparativo que mostra o efeito do crescimento dos preços das mercadorias no excedente econômico de consumidores (vermelho) e produtores (azul)

Excedente econômico é o total de utilidade proporcionado por um produto em relação ao seu custo produtivo.

É calculado pela soma dos excedentes do consumidor (excedente agregado de consumo), conforme gráfico mostrado.

Na doutrina econômica ortodoxa, excedente econômico (também conhecido como total welfare ou Excedente Marshalliano após Alfred Marshall) refere-se ao nível equilibrado na relação entre duas grandezas econômicas específicas: o excedente do consumidor, que é o ganho monetário obtido na aquisição de um produto por um preço menor do que concordariam em pagar; e o excedente do produtor que é o lucro obtido por ele na venda no mercado pelo maior preço em relação ao mínimo que concordariam em vender. O welfare ou "bem-estar comum" seria alcançado pelo equilíbrio de mercado em livre concorrência entre os dois excedentes.

Em algumas escolas da economia heterodoxa, o excedente econômico mede a renda total obtida pela classe dominante derivada da propriedade dos escassos fatores de produção, reinvestidos na produção ou no consumo.

Para os marxistas, o conceito está relacionado com a mais valia, produção excedente e mão-de-obra excedente, razões da acumulação capitalista.

  • leitura (em inglês)

Leitura (em inglês)

Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia .