Escola Moderna

A Escola Moderna na cidade de Nova Iorque em torno de 1911. Will Durant aparece com seus pupilos.

A Escola Moderna foi um movimento pedagógico progressivo de inspiração anarquista, que deu origem à pedagogia libertária que existiu no início do século XX, surgido inicialmente na Catalunha, inspirado pela filosofia de ensino do pedagogo catalão Francesc Ferrer i Guàrdia.[1]

Fundação

Fundada em 1901 na cidade de Barcelona por um grupo de ativistas anarquistas, pedagogos e apoiadores entre eles Francesc Ferrer e Anselmo Lorenzo, a escola tinha como objetivo "educar a classe trabalhadora num ambiente racional, laico e não coercivo". Apesar disto, a admissão de estudantes vindos das classes médias foi maior do que das classes baixas. A escola era mantida com um caráter privado que naquele tempo era considerado um princípio para ação revolucionária, os seus estudantes eram motivados a tornarem- se articuladores das classes trabalhadoras.[1]

A Escola Moderna de Barcelona foi fechada no ano de 1906. Posteriormente, em 13 de outubro de 1909, Francesc Ferrer i Guàrdia foi executado pelo Estado espanhol, acusado de ter participação na Semana Trágica de Barcelona[2].