Enfermagem
English: Nursing

Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde fevereiro de 2018).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações (desde janeiro de 2010). Ajude a este artigo inserindo fontes.
A enfermagem ajuda a promover, a manter e a restabelecer a saúde das pessoas.[1]

A enfermagem é uma ciência cujo objetivo é a implantação do tratamento de doenças e o cuidado ao ser humano, individualmente, na família ou em comunidade de modo integral e holístico. No Brasil a profissão é exercida por auxiliares de enfermagem, técnicos de enfermagem e por enfermeiros, profissionais com formações e funções distintas dentro de uma mesma área.[2]

Enfermagem em diferentes países

Brasil

O enfermeiro é um profissional de nível superior com competência técnica, científica e humana;[3] responsável pela equipe de enfermagem e pela promoção, prevenção e recuperação da saúde dos indivíduos. O enfermeiro é um profissional preparado para atuar em todas as áreas da saúde: assistencial, administrativa e gerencial. Na área assistencial esses profissionais estão habilitados a diversos tipos de intervenções de média e alta complexidade, situações que exigem conhecimento científico e capacidade de tomar decisões imediatas. Lideram e gerenciam unidades hospitalares e colaboradores, assim como prescrevem a assistência de enfermagem para que colaboradores executem as ações pertinentes. Seguindo uma tendência mundial o enfermeiro prescreve medicamentos e solicita exames na Estratégia de Saúde da Família, prática prevista em lei, nº 7.498 de 1986, e já consolidada. Na área educacional, exercendo a função de professor e/ou pesquisador, preparando e acompanhando futuros profissionais.

O técnico de enfermagem é um profissional de nível técnico, que presta serviços de enfermagem, e que participa de equipes e programas de saúde, a pacientes em clínicas, hospitais, domicílios e nos serviços de atendimento a urgência e emergência pré-hospitalar. A profissão foi criada e regulamentada através da Lei No 7.498, de 25 de junho de 1986.

O auxiliar de enfermagem exerce atividades de nível fundamental e de natureza repetitiva. Executa ações orientados e supervisionados, e deve observar, reconhecer e descrever sinais e sintomas, executar ações de tratamento simples, prestar cuidados de higiene e conforto ao paciente, participa da equipe de saúde. A profissão foi criada e regulamentada através da Lei No 7.498, de 25 de junho de 1986.

Portugal

O enfermeiro é o profissional da saúde, habilitado por uma licenciatura em Enfermagem e registado na Ordem dos Enfermeiros, a quem foi reconhecido as competências científicas, técnicas e humanas para praticar cuidados de enfermagem gerais ao indivíduo, família e comunidade, em situação de prevenção primária, secundária e terciária. O enfermeiro assiste o ser humano, doente ou são, individual ou em comunidade, de forma a que este mantenha e/ou recupere a saúde. O enfermeiro objetiva também que o indivíduo atinja a sua máxima capacidade funcional. [4]

Em Portugal, não existe a categoria de auxiliar e de técnico de enfermagem, sendo todas as funções acumuladas pelo enfermeiro. Visto isto, o enfermeiro não é só responsável pelos procedimentos técnicos, como por todo o processo de enfermagem. No entanto, existe a categoria de assistente operacional de saúde, antigamente designado de auxiliar de saúde, que colabora com o enfermeiro, e que com a sua delegação e supervisão, pode prestar cuidados de higiene, conforto e alimentação.

Estados Unidos

A enfermagem norte americana é dividida em 3 categorias:

RN (Registered Nurse):  Eles têm bacharelado e precisam passar por vários exames antes de obterem as certificações necessárias para exercer a profissão. Estes profissionais estão habilitados a diversos tipos de intervenções de média e alta complexidade, realizam diagnóstico, prescrevem medicamentos e solicitam exames. Também trabalham na área gerencial e administrativa.

LPN (Licensed Practice Nurse): Estes profissionais estudam mais que os CNAs e podem ser mais independentes. Executam outros tipos de tarefas, como primeiros socorros, aplicação de soro e remédios, realização de análises básicas de laboratório, e supervisão e organização dos serviços do CNAs.

CNA (Certified Nurse Assistant): Executam tarefas básicas, como limpar e desinfetar ferramentas, ajudar pacientes a subir e descer de camas, vestir pacientes e, se necessário, ajudá-los com higiene pessoal e alimentação.