Eleições legislativas portuguesas de 2019

← 2015 • Flag of Portugal.svg • 2023 →
Eleições legislativas portuguesas de 2019
230 deputados na Assembleia da República
6 de outubro de 2019
Demografia eleitoral
Hab. inscritos: 10 811 436
Votantes :5 092 424
  
54.50% Red Arrow Down.svg 2.4%
PS Logo (Text version).png
Partido Socialista
Votos:1 866 407  
Lugares obtidos:106 Green Arrow Up.svg 19.1%
  
36.65%
Logo PSD cor.PNG
Partido Social Democrata
Votos:1 420 553  
Lugares obtidos:77 Red Arrow Down.svg 9.4%
  
27.90%
LeftBloc.svg
Bloco de Esquerda
Votos:492 487  
Lugares obtidos:19 Red Arrow Down.svg 0%
  
9.67%
Red flag waving.svg
CDU - Coligação Democrática Unitária
Votos:329 117  
Lugares obtidos:12 Red Arrow Down.svg 33.3%
  
6.46%
Cds simbolo 2.png
CDS - Partido Popular
Votos:216 448  
Lugares obtidos:5 Red Arrow Down.svg 70.6%
  
4.25%
Logo Pessoas-Animais-Natureza (text only).png
Pessoas–Animais–Natureza
Votos:166 854  
Lugares obtidos:4 Green Arrow Up.svg 300%
  
3.28%
Logo Chega!.png
CHEGA!
Votos:66 442  
Lugares obtidos:1  
  
1.30%
Iniciativa Liberal símbolo.png
Iniciativa Liberal
Votos:65 545  
Lugares obtidos:1  
  
1.29%
Partido LIVRE logo.png
LIVRE
Votos:55 656  
Lugares obtidos:1  
  
1.09%

As eleições legislativas portuguesas de 2019, também designadas eleições para a Assembleia da República, decorreram no dia 6 de outubro de 2019.[1] O vencedor foi o Partido Socialista.

Partidos

Os partidos ou coligações que atualmente possuem deputados na Assembleia da República são os seguintes:

Partidos Líder Ideologia Espectro
Partido Social Democrata PPD/PSD Rui Rio Liberalismo clássico
Conservadorismo liberal
Centro/Centro-direita
Partido Socialista PS António Costa Social-democracia Centro-esquerda
Bloco de Esquerda B.E. Catarina Martins Anticapitalismo
Socialismo democrático
Esquerda
CDS – Partido Popular CDS-PP Assunção Cristas Democracia cristã
Conservadorismo
Centro-direita/Direita
CDU - Coligação Democrática Unitária PCP-PEV Jerónimo de Sousa Comunismo
Ecossocialismo
Esquerda/Extrema-esquerda[2]
Pessoas–Animais–Natureza PAN André Silva Ambientalismo Centro-esquerda

Restantes forças políticas que vão contestar a eleição:[3]

Partidos Líder Ideologia Espectro
Aliança A Pedro Santana Lopes Conservadorismo fiscal
Liberalismo económico
Centro-direita[4]
CHEGA! CH André Ventura Nacionalismo
Populismo de direita
Direita/Extrema-direita[5]
Iniciativa Liberal IL Carlos Guimarães Pinto Liberalismo clássico
Liberalismo económico
Centro-direita[4][6]
Juntos Pelo Povo JPP Élvio Sousa Liberalismo social
Grande tenda
Centro
LIVRE L Rui Tavares Social-democracia[7]
Ecossocialismo
Centro-esquerda[8]
Movimento Alternativa Socialista MAS Gil Garcia Socialismo
Trotskismo
Esquerda
Partido da Terra MPT Luís Vicente Ecocapitalismo
Liberalismo clássico
Centro-direita
Nós, Cidadãos! NC Mendo Castro Henriques Liberalismo
Pró-europeísmo
Centro
Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses PCTP/MRPP a definir Comunismo
Maoismo
Extrema-esquerda
Partido Democrático Republicano PDR António Marinho e Pinto Centrismo
Populismo
Centro
Partido Nacional Renovador PNR José Pinto Coelho Nacionalismo português
Anti-imigração
Extrema-direita
Partido Trabalhista Português PTP Amândio Madaleno Socialismo democrático
Trabalhismo
Centro-esquerda/Esquerda
Partido Popular Monárquico PPM Paulo Estevão Monarquismo
Conservadorismo
Direita
Partido Unido dos Reformados e Pensionistas PURP António Mateus Dias
Fernando Loureiro
Anti-austeridade
Direitos dos pensionistas
Grande tenda
Reagir Incluir Reciclar RIR Vitorino Silva Populismo
Humanismo
Sincrético