Dominica
English: Dominica

Disambig grey.svg Nota: Não confundir com República Dominicana.
Commonwealth of Dominica
Comunidade da Dominica
Bandeira da Dominica
Brasão da Dominica
BandeiraBrasão
Lema: "Après Bondie, C'est La Ter" (crioulo)
"Après le Bon Dieu, c'est la Terre" (francês)
"After God is the Earth" (inglês)
"Depois do Bom Deus, é a Terra"
Hino nacional: Isle of Beauty, Isle of Splendour
("Ilha de Beleza, Ilha de Esplendor")
Gentílico: dominiquense,[1]
dominiquês(a),[1] dominicense [2]

Localização da Comunidade Dominicana

Capital61° 23' O
Cidade mais populosaRoseau
Língua oficialInglês
O crioulo dominiquense e o francês são também comuns
GovernoRepública parlamentarista
 - PresidenteCharles Savarin
 - Primeiro-ministroRoosevelt Skerrit
Independênciado Reino Unido 
 - Data3 de novembro de 1978 
Área 
 - Total750 km² (184.º)
 - Água (%)1,6
 Fronteirafronteira marítima com os departamentos ultramarinos franceses de Guadalupe (NNW) e Martinica (SE)
População 
 - Estimativa para 201578 567 hab. (195.º)
 - Censo 201777 987 hab. 
 - Densidade105 hab./km² (95.º)
PIB (base PPC)Estimativa de 2011
 - TotalUS$ 977 milhões[3] USD 
 - Per capitaUS$ 6 909[3] (89.º)
IDH (2017)0,715 (103.º) – alto[4]
MoedaDólar do Caribe Oriental (português brasileiro) ou dólar das Caraíbas Orientais (português europeu) BTC (XCD)
Fuso horário(UTC-4)
 - Verão (DST)não observado (UTC-4)
ClimaTropical
Org. internacionaisONU, OMC, OEA, AEC, OECO, Comunidade das Nações, CARICOM, Francofonia
Cód. ISODMA
Cód. Internet.dm
Cód. telef.+1-767
Website governamentalhttp://www.dominica
.gov.dm/cms/

Mapa da Comunidade Dominicana

A Dominica ou Domínica[5][6][7][8][nota 1] (pronunciado em português europeu, consoante a acentuação: [dɔmiˈnikɐ, duˈminikɐ]; pronunciado em português brasileiro, consoante a acentuação: [domiˈnikɐ, doˈminikɐ]; em inglês: Dominica , pronunciado: [ˌdɒmɪˈniːkə]; em francês: Dominique, pronunciado: [dɔminik]; em caribe: Wai‘tu kubuli), oficialmente Comunidade da Dominica[8] (em inglês: Commonwealth of Dominica), é um Estado soberano insular constituído pela ilha homónima e situado no mar das Caraíbas / Caribe, mais precisamente na região das Pequenas Antilhas. Os seus vizinhos são dois departamentos ultramarinos franceses: Guadalupe, a nor-noroeste, e Martinica, a sudeste. Tem uma área de 750 km², sendo o seu ponto mais alto o Morne Diablotins, com 1 447 m. A Comunidade da Dominica tem 71 293 habitantes, de acordo com o censo de 2011. A sua capital e maior cidade é Roseau. Não se deve confundir com a República Dominicana, localizada na porção leste da ilha Hispaniola.

A Dominica é alcunhada de "Ilha Natureza das Caraíbas" devido à sua beleza natural não alterada. É a ilha mais recente das Pequenas Antilhas, ainda apresentando atividade geotermal vulcânica, como evidenciado pela fonte termal Boiling Lake. A ilha apresenta ainda áreas luxuriantes de floresta tropical montanhosa, habitat de variadas espécies raras de fauna e flora. Existem algumas zonas xéricas nas zonas costeias ocidentais, mas o interior é chuvoso. O papagaio-imperial, a ave nacional, está representado na bandeira. A economia dominiquense dependente fortemente do turismo, da agricultura e de impostos elevados.

Cristóvão Colombo batizou a ilha com o nome do dia da semana em que esta foi avistada, 3 de novembro de 1492, um domingo (dominica em latim). No século subsequente à descoberta da ilha, a Dominica permaneceu isolada, servindo como abrigo para muitos caribes fugidos de outras ilhas vizinhas, à medida que as potências europeias colonizavam a região. França cedeu formalmente a possessão da Dominica à Grã-Bretanha em 1763. Esta estabeleceu uma pequena colónia no território em 1805.

A emancipação dos escravos africanos por todo o Império Britânico em 1834 permitiu que em 1838 a Dominica fosse a primeira colónia caribenha britânica a ter uma legislatura controlada por uma maioria negra. Em 1896, o Reino Unido reassumiu o controlo direto da ilha, transformando-a numa colónia da coroa. Meio século depois, de 1958 a 1962, a Dominica fez parte integrante da Federação das Índias Ocidentais, constituindo-se como uma das suas províncias. A 3 de novembro de 1978, tornou-se independente.

História

Colonização

Tribos guerreiras caraíbas habitam a ilha de Dominica antes da chegada de Cristóvão Colombo, em 1493. O relevo acidentado da ilha retarda sua exploração pelos europeus, mas sua posição estratégica faz dela centro de disputa entre ingleses e franceses no século XVII.

Os ingleses tomam posse da ilha em 1783. Conflitos entre colonos e nativos levam à quase extinção dos caraíbas - daí a predominância atual de negros, descendentes de escravos, na população.

Independência

Dominica fez parte da Federação das Ilhas de Sotavento, de 1871 a 1939. Das Ilhas de Barlavento, de 1940 a 1958. Em 1958, Dominica juntou-se a Federação das Índias Ocidentais (West Indies Federation).

Já em 1967, torna-se um Estado livre associado ao Reino Unido, que continuava controlando a política externa e de defesa da ilha. A independência é proclamada em 1978.

Sua capital é Roseau.