Dolores O'Riordan

Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde maio de 2015).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Dolores O'Riordan
apresentando-se em Barcelona, em 2010
Informação geral
Nome completoDolores Mary Eileen O'Riordan
Nascimento6 de setembro de 1971
Local de nascimentoLimerick, Munster,
Irlanda
Data de morte15 de janeiro de 2018 (46 anos)
Local de morteLondres, Inglaterra,
Reino Unido
Gênero(s)Rock alternativo
Instrumento(s)Vocal, guitarra,piccolo, flauta, piano, baixo, violão
Período em atividade1990–2018
Afiliação(ões)The Cranberries
Página oficialDoloresoriordan.ie

Dolores Mary Eileen O'Riordan Burton (Limerick, 6 de setembro de 1971Londres, 15 de janeiro de 2018), mais conhecida como Dolores O'Riordan, foi uma cantora, compositora e música irlandesa, vocalista da banda The Cranberries. É considerada na Irlanda como a maior cantora de toda a história do país. Sempre deu notoriedade aos The Cranberries, embora tenha estado fora da banda entre 2003 e 2009. Mãe de três filhos (Taylor, nascido em 11 de novembro de 1997, Molly, nascida a 27 de janeiro de 2001 e Dakota Rain, a 10 de abril de 2005), teve ainda um enteado, filho do primeiro casamento de Don Burton, com que se casou em 1994.

Álbum solo e turnê

Em março de 2007 lançou o álbum Are You Listening? pela Sanctuary Records atingindo um total de mais de 650 mil cópias ao redor do mundo e ganhando o "European Breaking Borders Award", prêmio concedido pela União Europeia com o intuito de incentivar a produção cultural do continente. O troféu é concedido a dez músicos em ascensão cujo primeiro trabalho tenha tido boas vendas fora do seu país de origem.[1]

Durante o ano de 2007 Dolores saiu em turnê ao redor do mundo, passando principalmente por países onde nunca esteve com o The Cranberries. Utilizando o slogan "A Voz do The Cranberries" Dolores atraiu milhares de pessoas em shows intimistas e em locais de menor capacidade (diferente dos estádios e arenas onde a banda costumava tocar).

Totalizando 71 shows entre turnê e eventos promocionais, Dolores chamou a atenção do público e da crítica por reviver os antigos sucessos do The Cranberries misturados às músicas do seu álbum solo. Com cabelo comprido e ótima forma física a cantora encantou ao demonstrar um vigor extraordinário pulando e correndo no palco além da proximidade com os fãs. Com a maioria dos concertos esgotados o destaque ficou por conta do show em Santiago, Chile, onde o espetáculo[2] foi tão esperado que esgotou os ingressos e deixou centenas de pessoas do lado de fora do Teatro Caupolicán.