Dilbert

Emblem-scales.svg
A neutralidade deste(a) artigo ou se(c)ção foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde janeiro de 2014). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser acadêmico)

Dilbert é um personagem de tiras diárias criado por Scott Adams, teve também um desenho animado que durou duas temporadas. No Brasil, era exibido pela extinta Fox Kids.

Scott Adams era economista na Pacific Bell, o que lhe deu uma enorme experiência em burocracia e na generalidade das "coisas absurdas" da vida empresarial. Foi vítima de um downsizing, mas encontrou uma excelente forma de vingança. Provando que a caneta é mais poderosa que a espada, os cartoons Dilbert, que satirizam a vida dos negócios, aparecem em cerca de 1550 jornais e revistas de todo o mundo.

Personagens

Dilbert

Tem 30 anos, é engenheiro e trabalha numa empresa californiana de alta tecnologia. Prefere os computadores às pessoas. Trabalha fechado em cubículos, veste roupas sem graça e a sua barriguinha revela as longas horas de trabalho sedentário. É o mais famoso da família Adams. Vive com o seu cão, Dogbert (se bem é mais exato dizer que seja Dogbert quem possui Dilbert, dada a relação debochadamente assimétrica entre os dois - por "assimétrica" leia-se: Dogbert manipula Dilbert sem que este perceba (ou reconheça).

Dogbert

Parecido com Dilbert nos óculos e no "dom da palavra", é inteligente mas muito cínico (por "cínico" leia-se "realista". Sabe exatamente em que mundo vive e joga - melhor que os demais - segundo as regras). É consultor externo, trata as pessoas com desdém e adora demonstrar a sua superioridade intelectual (o que é deveras fácil, cercado que está de idiotas - tal qual o mundo real). A sua não-secreta ambição é escravizar os humanos (embora não a atinja porque, no fundo, sabe o desperdício de tempo que os humanos são. No final, é mais divertido e lucrativo planar acima das vãs expectativas destes "macacos pelados", usando de suas suscetibilidades para manipulá-los). Popularmente conhecido por CãoBerto! (caoberto).

Alice

Tal como Wally, está integrada na equipa de Dilbert, a que dá um toque feminino (se bem que as palavras "Alice" e "feminino" na mesma frase soe um tanto antitético). É a mais reivindicativa – quando os outros se calam, a sua voz continua a fazer-se ouvir.

Chefe

É o pior pesadelo dos empregados. Não nasceu mau e sem escrúpulos, mas lutou arduamente para o conseguir. E teve sucesso. O seu nível de inteligência está muito abaixo do de todos os empregados - afinal, é por isso que é o chefe.

Ratbert

É um optimista que só quer ser amado (um 'banana' enfim). É frequentemente envolvido nos esquemas diabólicos de Dogbert.

Catbert

É o gestor de recursos humanos e diverte-se com manobras sádicas. É útil quando tem que dar más notícias (aliás, uma habilidade assaz útil no mundo corporativo: a capacidade de não dar a mínima para os sentimentos dos envolvidos) – demitir pessoas é sua prática mais frequente.

Wally

Engenheiro integrado na equipe de Dilbert, de quem é colega inseparável e com quem partilha as frustrações do dia-a-dia. Está também sujeito aos caprichos do chefe. Vive o tempo todo com sua caneca de café.

Bob

Afinal, os dinossauros não estão extintos. Bob vive escondido na casa de Dilbert e é o companheiro de Dogbert. Procura constantemente por emprego.