Conselho Federal de Administração

Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde março de 2018).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

O Conselho Federal de Administração (CFA) é o órgão que no Brasil regulamenta os profissionais formados em Administração. Foi criado em 20 de junho de 1966 tendo como seu primeiro presidente o Adm. Ibany da Cunha Ribeiro.

O CFA tem como principais finalidades propugnar por uma adequada compreensão dos problemas administrativos e sua racional solução, orientar e disciplinar o exercício das profissões de Administrador e Tecnólogo, dirimir dúvidas suscitadas nos Conselhos Regionais, julgar, em última instância, os recursos de penalidades impostas pelo CRA, votar e alterar o Código de Ética Profissional dos Administradores, além de zelar pela sua fiel execução, e promover estudos e campanhas em prol da racionalização administrativa do país.

O Conselho Federal de Administração é um órgão normativo, consultivo, orientador e disciplinador do exercício da profissão de Administrador e Tecnólogo, sediado na capital federal, responsável por controlar e fiscalizar as atividades financeiras e administrativas do Sistema CFA/CRAs. Este, que tem como missão promover a difusão da Ciência da Administração e a valorização da profissão do Administrador visando a defesa da Sociedade, é integrado pelo CFA e pelos 27 Conselhos Regionais de Administração – CRAs, sediados em todos os Estados da Federação.

Cada CRA tem por finalidade dar execução às diretrizes formuladas pelo Conselho Federal, fiscalizar, na área da respectiva jurisdição, o exercício da profissão de Administrador; organizar e manter o registro de Administrador; julgar as infrações e impor as penalidades referidas na Lei n° 4.769/65, expedir as Carteiras Profissionais dos Administradores, além de elaborar o seu Regimento para exame e aprovação pelo CFA.

O CFA também se reveste de Tribunal Superior de Ética dos Administradores, para julgar processos éticos em segunda instância. Mas em sua estrutura organizacional possui uma ampla estrutura composta do Plenário, Câmaras setoriais, Diretoria, Comissões e Assembleia de presidentes de CRAs.

A missão do CFA é promover a Ciência da Administração valorizando as competências profissionais, a sustentabilidade das organizações e o desenvolvimento do país.

Sistema CFA/CRA

Evento no Conselho Regional de Administração de Alagoas.

O Sistema CFA/CRA é composto pelo conselho federal e o Conselho Regional de Administração (CRA) de cada estado da federação e no Distrito Federal (Brasil).

Os CRA emitem a carteira de registro profissional para Administradores ,[1] Analistas de Sistemas[2] e em administração, marketing, turismo, etc.[3]

Os órgãos do sistema são responsáveis pelo registro e fiscalização do exercício legal da profissão de bacharel em administração, analista de sistemas, tecnólogo e outras áreas afins da administração no Brasil.