Concorrência perfeita

Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde agosto de 2016). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.

Em economia, competição, concorrência perfeita ou concorrência pura descreve mercados em que nenhum participante tem tamanho suficiente para ter o poder de mercado para definir o preço de um produto homogêneo.[1]Dado que as condições para a concorrência perfeita serem restritas, existem muito poucos mercados assim. A competição perfeita pode servir como ponto de referência para avaliar mercados de concorrência imperfeita no mundo real.

Características destes mercados

Possui muitos vendedores e compradores, de modo que nem comprador ou vendedor, individualmente consiga um impacto significativo sobre os preços .

Intervenientes

Muitos compradores e muitos vendedores, tanto existentes como potenciais. Nenhum participante consegue influenciar o preço de mercado de maneira isolada.[2]

Produto

O produto em causa é homogéneo. O produto de uma empresa é, do ponto de vista dos consumidores, igual ao produto oferecido pelas restantes empresas da mesma indústria.[1]

Entrada e saída da indústria

A entrada e saída da indústria é livre. Não existem restrições para que novas empresas entrem naquela indústria, ou que determinadas empresas abandonem a indústria. Estas restrições podem ser do ponto de vista económico (investimento necessário baixo) ou mesmo tecnológico (conhecimento necessário também baixo).[1]

Informação

A informação é perfeita. Todos os participantes no mercado, tanto compradores como vendedores, têm completo acesso a toda a informação[3] necessária e disponível para aquele mercado, permitindo assim uma tomada de decisões correcta.[1]