Concorrência monopolística

Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde setembro de 2016).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde setembro de 2016). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser acadêmico)

Em economia, a concorrência ou competição monopolística é um tipo de concorrência imperfeita em que existem várias empresas, cada uma vendendo uma marca ou um produto que difere em termos de qualidade, aparência ou reputação, e cada empresa é a única produtora de sua própria marca. A competição monopolística é caracterizada também por não haver barreiras à entrada. Existem muitos exemplos de setores industriais com essa estrutura de mercado, como café empacotado, calçados e refrigerantes.

Neste tipo de concorrência imperfeita, são produzidos produtos distintos, porém, com substitutos próximos passíveis de concorrência, não exercendo um monopólio e não vivendo a situação de concorrência perfeita. Por isso, esse tipo de estrutura de mercado é considerada intermediária entre a concorrência perfeita e o monopólio.[1]

Exemplo: Suponha que em uma cidade existam muitos supermercados. Noentanto, em um bairro específico, existeapenas um, fazendo com que muitos moradores deste bairro comprem nesse supermercado por comodidade. Assim, o supermercado deste bairro específico tem certo grau de poder na fixação do preço, caracterizando uma concorrência monopolística. Porém o preço elevado das mercadorias vendidas pode fazer com que alguns prefiram ir a supermercados mais distantes.

Bibliografia

  • Pindyck, Robert S.;Rubinfeld, Daniel L.. Microeconomia. 7 ed. São Paulo: Prentice Hall, 2010.