Castelo de Dublin
English: Dublin Castle

Pátio superior do Castelo de Dublin. À esquerda fica a entrada para os Aposentos de Aparato.

O Castelo de Dublin ou de Dublim (em irlandês: Caisleán Bhaile Átha Cliath; em inglês: Dublin Castle), situado na Dame Street, em Dublin, República da Irlanda, é um importante complexo governamental irlandês, antiga sede fortificada do governo britânico na Irlanda até 1922. A maior parte do complexo data do século XVIII, apesar de se erguer um castelo naquele lugar desde os dias do Rei João, o primeiro Senhor da Irlanda. O castelo serviu, sucessivamente, de sede ao governo britânico da Irlanda sob o Senhorio da Irlanda (11711541), ao Reino da Irlanda (15411800) e ao Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda (18001922). Após a criação do Estado Livre Irlandês, em 1922, o complexo foi cerimonialmente entregue ao recém-formado governo provisório liderado por Michael Collins.

Funções

Entrada para os Aposentos de Aparato.

O Castelo de Dublin desempenhou numerosos papéis ao longo da sua história. Originalmente construído como uma fortificação defensiva para a cidade normanda de Dublin, evoluiu, mais tarde, para residência real, sendo habitado pelo Lorde-tenente da Irlanda, ou Vice-rei da Irlanda, o representante do monarca britânico naquele território. O número dois na administração do Castelo de Dublin, o Chefe de Secretaria para a Irlanda também tinha ali gabinetes.

Área dos gabinetes do Chefe de Secretaria no Castelo de Dublin.

Ao longo dos anos o parlamento e tribunais reuniram-se no castelo antes de se mudarem para instalações propositadamente construídas para esse fim. Também serviu como guarnição militar. Após a formação do Estado Livre Irlandês em 1922, o castelo assumiu imediatamente as funções de complexo judicial, uma vez que o edifício dos Four Courts ("Quatro Tribunais"), nos cais Liffey, havia sido seriamente danificado durante a Guerra Civil - um papel que desempenhou durante a primeira década do novo estado independente.

Também foi decidido, na década de 1930, que a tomada de posse do primeiro Presidente da Irlanda, Douglas Hyde, em 1938, teria lugar no Castelo de Dublin, tendo o edifício acolhido essa cerimónia desde então. O castelo também é usado para hospedar visitas de estado, assim como para compromissos de negócios estrangeiros mais informais, banquetes de Estado, lançamentos de política governamental, servindo ainda de base central para a Presidência Europeia quando a Irlanda recebe aquele organismo, aproximadamente a cada dez anos.

O Castelo de Dublin é, actualmente, mantido pelo Gabinete de Obras Públicas (Office of Public Works), e aloja, entre outras coisas, gabinetes dos Comissários de Receita (Revenue Commissioners), no edifício do século XX existente no extremo do pátio do castelo, alguns elementos do próprio Gabinete de Obras Públicas, numa antiga área de estábulos, e algumas funções da polícia irlandesa, a Garda Síochána.