Bos taurus
English: Cattle

Disambig grey.svg Nota: Boi, Vaca e Touro redirecionam para este artigo. Para outros significados veja Boi (desambiguação), Vaca (desambiguação) ou Touro (desambiguação)
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser acadêmico)
Como ler uma infocaixa de taxonomiaBos taurus
Boi (touro) da raça Hereford
Boi (touro) da raça Hereford
Vaca leiteira da raça Holstein-Frísia
Vaca leiteira da raça Holstein-Frísia
Estado de conservação
Espécie não avaliada
Não avaliada
Classificação científica
Reino:Animalia
Filo:Chordata
Classe:Mammalia
Ordem:Artiodactyla
Família:Bovidae
Subfamília:Bovinae
Género:Bos
Espécie:B. taurus
Nome binomial
Bos taurus
Linnaeus, 1758
Subespécies
  • Bos taurus taurus
  • Bos taurus indicus
Sinónimos
  • Bos primigenius taurus

Gado-doméstico (nome científico: Bos taurus) é uma espécie de bovino do gênero Bos e da ordem Artiodactyla.[1][2] É um mamífero ungulado e apresenta dois dígitos (dedos) em cada membro.

O macho da espécie recebe o nome de boi, ou touro, enquanto que a fêmea é conhecida por vaca e o animal jovem por bezerro, e depois novilho.

A espécie é um ruminante, ou seja, regurgita o alimento para a boca após sua ingestão, onde é novamente mastigado e deglutido. O estômago dos ruminantes é dividido em retículo, rúmen, omaso e abomaso.

bezerro mamando

Essa espécie foi domesticada pelo homem e é utilizada em larga escala em muitas atividades como a produção de carne e de leite, representando grande importância para a economia de muitos países.

Subespécies

O gado-doméstico (Bos taurus) possui duas subespécies, a saber: Bos taurus taurus (gado taurino, de origem europeia) e Bos taurus indicus (gado zebuíno, de origem asiática). Os cruzamentos entre os indivíduos de ambas as divisões é frequente tanto em programas de melhoramento genético dos rebanhos, quanto em propriedades onde a monta é natural e sem controle algum. Esses “híbridos” são muito usados para combinar a produtividade do gado taurino com a rusticidade e adaptabilidade a meios tropicais do gado zebu.[3]