Anguilla
English: Anguilla

Disambig grey.svg Nota: Para pela cidade estado-unidense no estado do Mississippi, veja Anguilla (Mississippi).
Disambig grey.svg Nota: Para o género zoológico a que pertencem as enguias, veja Anguillidae.
Anguilla
Anguilha
Bandeira
Brasão de armas
BandeiraBrasão
Lema: Each Endeavouring, All Achieving
(em português: cada um se esforça, todos conseguem)
Gentílico: anguilhano/a[carece de fontes?]
anguilano/a[1]

Localização Anguilha

CapitalThe Valley
Língua oficialInglês
GovernoTerritório britânico ultramarino
 - MonarcaIsabel II
 - GovernadorTim Foy
 - Vice-governadorPerin A. Bradley
 - Ministro-chefeVictor Banks
População 
 - Estimativa para 200613 600 hab. 
 - Censo 201113 452 hab. 
 - Densidade132 hab./km² 
MoedaDólar das Caraíbas Orientais
Fuso horário(UTC-4)
Cód. ISOAI
Cód. Internet.ai
Cód. telef.+1-264

Anguilla (lê-se Anguilha, mas por vezes é aportuguesada como Anguila[2][3][4][5][6][1]) é um território britânico ultramarino nas Caraíbas, que compreende a ilha de Anguilla e algumas ilhotas próximas, e que tem fronteira marítima, no canal de Anguilla, com a ilha de São Martinho (dividida em uma parte neerlandesa, Sint Maarten, e uma parte francesa, Saint-Martin). A oeste, tem como vizinhas mais próximas as Ilhas Virgens Britânicas. A capital de Anguilla é The Valley.

Anguila tornou-se um paraíso fiscal popular, não tendo ganhos de capital, patrimônio, lucro ou outras formas de tributação direta de pessoas físicas ou jurídicas. Em abril de 2011, diante de um déficit crescente, a ilha introduziu uma "taxa de estabilização provisória" de 3%, a primeira forma de imposto de renda de Anguila.[7]

História

Ver artigo principal: História de Anguilla

Pré-colonização

Antes da chegada dos europeus, a ilha chamava-se Malliouhana, que significa "serpente do mar em forma de arco". Era habitada pelos povos indígenas Arahuaco, que se dedicavam à produção de milho, algodão, batata doce e pesca. Foi descoberta em 1493 por Cristóvão Colombo, e seu nome "Anguila" é provavelmente devido à sua forma alongada.

Colonização britânica

Anguilla foi colonizada por ingleses de San Cristobal e Nieves em 1650. Foi administrada pelo Reino Unido até 1825, quando a ilha foi passada para a administração de São Cristóvão e Névis contra a vontade dos habitantes de Anguilla. Desde então, em várias ocasiões, Anguilla tentou se separar.

Independência

Em 11 de julho de 1967, foi realizado um referendo sobre a autonomia, que foi vencido pelos separatistas (1813 votos contra 5). Em 17 de junho, sua independência foi proclamada unilateralmente. Depois de vários dias de tensão quando a autonomia não foi concedida no referendo e a expulsão dos únicos quatro britânicos da ilha, em 19 de março de 1969 as tropas britânicas ocuparam a ilha, sem violência, situação que perdurou até 15 de setembro.[8][9]

Finalmente, em 1971, a ilha passou a ser administrada por um comissário britânico e um Conselho da Ilha, obtendo a condição de dependência britânica em 1976 com autonomia administrativa, graças ao líder do Conselho da Ilha, Ronald Webster, e consolida em 1980 separando formalmente do Estado associado a São Cristóvão e Névis.

Em 1992, a ilha entrou como membro associado da Comunidade do Caribe (CARICOM). Em 1995, o furacão Luis causou grandes danos ao arquipélago, especialmente no setor agrícola.